Filme de Karim Aïnouz entra na competição oficial do Festival de Berlim

Filme de Karim Aïnouz entra na competição oficial do Festival de Berlim

 

O Brasil terá um filme competindo pelo Urso de Ouro em 2014. Praia do Futuro, novo longa-metragem de Karim Aïnouz, foi selecionado para a competição oficial do evento alemão, que acontece entre os dias 6 e 16 de fevereiro. O anúncio da inclusão ocorreu nesta quarta-feira (15), quando a lista de filmes que vão concorrer ao prêmio principal ficou completa.

Praia do Futuro é uma coprodução Brasil-Alemanha que conta a história de Donato (Wagner Moura), um experiente salva-vidas na Praia do Futuro, em Fortaleza. Ao fracassar pela primeira vez em um resgate, ele acaba conhecendo o alemão Konrad (Clemens Schick), amigo da vítima. Motivado pelas circunstâncias, Donato resolve recomeçar a sua vida em Berlim, deixando para trás a família. Anos mais tarde, Ayrton (Jesuíta Barbosa), o irmão mais novo, embarca para a Europa em busca daquele que considerava o seu herói.

“Trata-se de um filme sobre coragem, risco, viagem, aventura e liberdade. São personagens que não têm medo de largar tudo para começar a vida de novo. Querem pegar para si tudo o que o mundo tem a oferecer. São personagens destemidos, sem medo, velozes”, afirma Ainouz, diretor de filmes como Madame Satã, O Céu de Suely e Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo, este ultimo em parceria com Marcelo Gomes.

O Brasil não tinha um representante na competição oficial do Festival de Berlim desde 2008, quando Tropa de Elite, de José Padilha, venceu o Urso de Ouro. O país tem história no evento, no qual venceu o troféu principal também em 1998, com Central do Brasil, de Walter Salles. Naquele mesmo ano, Fernanda Montenegro foi eleita a melhor atriz.

O Festival de Berlim terá 23 filmes em sua programação principal, sendo que três deles não competem pelo Urso de Ouro. Conheça a seguir todos eles:

- Bai Ri Yan Huo (Black Coal, Thin Ice), de Yinan Diao (China)

- Boyhood, de Richard Linklater (EUA)

- Chiisai Ouchi (The Little House), de Yoji Yamada (Japão)

- Historia del miedo (History of Fear), de Benjamin Naishtat (Argentina/Uruguai/Alemanha/França)

- Jack, de Edward Berger (Alemanha)

- Kraftidioten (In Order of Disappearance), de Hans Petter Moland (Noruega)

- Kreuzweg (Stations of the Cross), de Dietrich Brüggemann (Alemanha)

- La tercera orilla (The Third Side of the River), de Celina Murga (Argentina/Alemanha/Holanda)

- La voie de l‘ennemi (Two Men in Town), de Rachid Bouchareb (França/Argélia/EUA/Bélgica)

- Macondo, de Sudabeh Mortezai (Áustria)

- Praia do Futuro, de Karim Aïnouz  (Brasil/Alemanha) 

- Tui Na (Blind Massage), de Ye Lou (China/França)

- Wu Ren Qu (No Man’s Land), de Hao Ning (China)

- Zwischen Welten (Inbetween Worlds), de Feo Aladag (Alemanha)

- Aimer, boire et chanter (Life of Riley), de Alain Resnais (França)

- ’71, de Yann Demange (Reino Unido)

- Die geliebten Schwestern (Beloved Sisters), de Dominik Graf (Alemanha) 

- Stratos, de Yannis Economides (Grécia/Alemanha/Chipre)

- Aloft, de Claudia Llosa (Espanha/Canadá/França)

The Grand Budapest Hotel, de Wes Anderson (EUA)

La belle et la bête (Beauty and the Beast), de Christophe Gans (França/Alemanha)* 

- Caçadores de Obras-Primas, de George Clooney (EUA)*

- Ninfomaníaca – Volume I, de Lars Von Trier (Dinamarca)*

*Filmes que serão exibidos fora de competição

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*