Sindicato dos diretores dos EUA anuncia os indicados à sua premiação

Sindicato dos diretores dos EUA anuncia os indicados à sua premiação

 

O Directors Guild of America (DGA), sindicato dos diretores dos Estados Unidos, divulgou nesta terça-feira os indicados à sua prestigiada premiação anual, que ocorrerá no próximo dia 25 de janeiro em Los Angeles (EUA). Estão na disputa pelo troféu os cineastas Alfonso Cuarón (Gravidade), Paul Greengrass (Capitão Phillips), Steve McQueen (12 Anos de Escravidão), David O. Russell (Trapaça) e Martin Scorsese (O Lobo de Wall Street).  

A premiação do DGA chegará em 2014 à sua 66ª edição, e é tida como um bom indicativo para o que virá a acontecer na noite do Oscar, que nesse ano está marcada para o dia 2 de março. Nos últimos dez anos, a única vez em que o vencedor do prêmio do DGA não ficou com o troféu de melhor diretor na premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas foi no ano passado. Na ocasião, a honraria dada a Ben Affleck pelo DGA não se repetiu no Oscar (Affleck não foi indicado), mas a sua obra, Argo, ficou com o prêmio de melhor filme.

Nesse ano, a disputa pelos prêmios principais (melhor filme e diretor) parece estar restrita a três filmes, que vêm se revezando como vencedores das premiações das principais associações de críticos e como indicados a prêmios como o do DGA, do PGA (sindicado dos produtores dos EUA) e o Globo de Ouro: 12 Anos de Escravidão, de Steve McQueen; Gravidade, de Alfonso Cuarón; e Trapaça, de David O. Russell. As indicações ao Oscar, que serão reveladas no próximo dia 16, devem mostrar se o favoritismo desses filmes é verdadeiro.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*