National Board of Review elege Ela como filme do ano

National Board of Review elege Ela como filme do ano

 

Um dia depois dos críticos de Nova York, o National Board of Review anunciou nesta quarta-feira (4) os vencedores de sua premiação anual, que é realizada desde 1930. Ela, de Spike Jonze, foi o filme que mais se destacou, recebendo os troféus de melhor filme e diretor. O independente Fruitvale Station (dirigido por Ryan Coogler), com três prêmios, e Nebraska (de Alexander Payne), com dois, também foram bem reconhecidos.

O filme de Jonze (Quero Ser John Malkovich), que tem no elenco Joaquin Phoenix, Amy Adams, Scarlett Johansson e Rooney Mara, conta a história de um solitário escritor (Phoenix) que compra um novo sistema operacional desenhado para atender a todas as suas necessidades e acaba desenvolvendo uma relação romântica com a máquina.   

O prêmio para Ela foi considerado surpreendente por alguns veículos da imprensa americana. Já é costume, no entanto, que as escolhas do National Board of Review não sejam acompanhadas por outras premiações, notadamente pelo Oscar. Desde 2000, apenas dois filmes receberam o prêmio máximo nos dois eventos: Onde Os Fracos Não Têm Vez e Quem Quer Ser Um Milionário.

Veja a seguir a lista com todos os premiados do National Board of Review.

 

Melhor Filme

Ela, de Spike Jonze

 

Melhor Diretor

Spike Jonze, por Ela

 

Melhor Ator

Bruce Dern, por Nebraska

 

Melhor Atriz

Emma Thompson, por Walt nos Bastidores de Mary Poppins

 

Melhor Ator Coadjuvante

Will Forte, por Nebraska

 

Melhor Atriz Coadjuvante

Octavia Spencer, por Fruitvale Station

 

Melhor Roteiro Original

Joel e Ethan Coen, por Inside Llewyn Davis  

 

Melhor Roteiro Adaptado

Terence Winter, por O Lobo de Wall Street


Melhor Estreia de um Diretor

Ryan Coogler, por Fruitvale Station

 

Melhor Filme em Língua Estrangeira

O Passado, de Asghar Farhadi

 

Melhor Elenco

Os Suspeitos, de Dennis Villeneuve

 

Melhor Animação

The Wind Rises, de Hayao Miyazaki

 

Melhor Revelação em Performance Feminina

Adèle Exarchopoulos, por Azul é a Cor Mais Quente

 

Melhor Revelação em Performance Masculina

Michael B. Jordan, por Fruitvale Station 

 

Top 10 Filmes do Ano

12 Years a Slave, de Steve McQueen

Fruitvale Station, de Ryan Coogler

Gravidade, de Alfonso Cuarón

Inside Llewyn Davis, de Joel e Ethan Coen

Lone Survivor, de Peter Berg

Nebraska, de Alexander Payne

Os Suspeitos, de Dennis Villeneuve

Walt nos Bastidores de Mary Poppins, de John Lee Hancock

A Vida Secreta de Walter Mitty, de Ben Stiller

O Lobo de Wall Street, de Martin Scorsese

 

Top 10 Filmes Independentes

Ain’t Them Bodies Saints, de David Lowery

Dallas Buyers Club, de  Jean-Marc Vallée

In a World…, de Lake Bell

Mother of George, de Andrew Dosunmu

Muito Barulho Por Nada, de Joss Whedon

Amor Bandido, de Jeff Nichols

O Lugar Onde Tudo Termina, de Derek Cianfrance

Short Term 12, de Destin Cretton

Turistas, de Ben Wheatley

The Spectacular Now, de James Ponsoldt

 

Top 5 Filmes em Língua Estrangeira

Além das Montanhas, de Cristian Mungiu

Gloria, de Sebastián Lelio

O Grande Mestre, de Wong Kar Wai

A Caça, de Thomas Vinterberg

Sequestro, de Tobias Lindholm

 

Top 5 Documentários

20 Feet from Stardomde Morgan Neville

O Ato de Matar, de Joshua Oppenheimer

After Tiller, de Martha Shane e Lana Wilson

Casting By, de Tom Donahue

The Square, de Jehane Noujaim

 

Prêmio Inovação criativa em Cinema

Gravidade, de Alfonso Cuarón

 

Prêmio NBR de Liberdade de Expressão

O Sonho de Wadjda, de Haifaa Al-Mansour 

 

Prêmio Spotlight

Colaboração de carreira entre Martin Scorsese e Leonardo DiCaprio

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*