Hoje Eu Quero Voltar Sozinho vence prêmio LGBT em Berlim

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho vence prêmio LGBT em Berlim

 

A sexta-feira (14) foi premiada para o filme brasileiro Hoje Eu Quero Voltar Sozinho no Festival de Berlim. No mesmo dia em que recebeu da Federação Internacional de Críticos de Cinema (Fipresci) o prêmio de melhor filme da Mostra Panorama, segunda mais importante do evento alemão, o longa-metragem também ficou com o prêmio Teddy de melhor filme de ficção, concedido por um júri especial a obras com temática ou personagens LGBTs.

O júri justificou o prêmio à obra brasileira dizendo que ele é “a alegre estreia em longas-metragens de um diretor que combina boa escrita, caracterização, desempenho, câmera e música para entregar um filme que se eleva acima do bem explorado gênero de obras sobre amadurecimento, dando um novo significado ao velho ditado ‘o amor é cego’”.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho tem como base a mesma história do curta-metragem Eu Não Quero Voltar Sozinho. O longa, que tem estreia prevista para o dia 28 de março nos cinemas brasileiros, é protagonizado por Leonardo (Ghilherme Lobo), um adolescente cego que busca a independência e descobre mais sobre sua sexualidade ao se apaixonar por um colega de classe.

O filme de Daniel Ribeiro ainda pode receber mais prêmios nesse sábado (15), quando as premiações do júri da Mostra Panorama serão concedidas. No mesmo dia, será conhecido o melhor filme da competição oficial, que ficará com o famoso Urso de Ouro. O longa Praia do Futuro, do brasileiro Karim Aïnouz, está nessa disputa.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.

*