O Unibes Cultural, em São Paulo, recebe no sábado (30), às 15h, um debate sobre montagem cinematográfica que reúne os montadores Daniel Rezende (A Árvore da Vida) e Karen Harley (Que Horas Ela Volta?) e o documentarista Rodrigo Siqueira (Orestes), com mediação de Daniela Capelato. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados com uma hora de antecedência no local.

O evento é uma extensão do edital Histórias que Ficam, promovido pela Fundação CSN, que escolheu quatro projetos para receberem consultoria de nomes reconhecidos no cinema em todo o mundo e vem promovendo encontros abertos à classe cinematográfica para troca de informações e experiências.

Cada realizador contemplado pelo edital recebe até R$ 330 mil. Além do valor em dinheiro, há os laboratórios de desenvolvimento de projeto/produção, o de montagem e o de distribuição, e os vencedores contam com consultoria online permanente de Marcelo Gomes e de Daniela Capelato. Finalizados, os filmes participarão da Mostra Itinerante Histórias que Ficam e serão exibidos gratuitamente em mais de vinte cidades de todas as regiões do Brasil.

Conheça a seguir os projetos selecionados na segunda edição do edital Histórias que Ficam.

 

Corpo Delito, de Pedro Rocha

Um jovem sai da cadeia, mas continua preso a uma tornozeleira eletrônica. Agora, para reconquistar sua liberdade, ele precisa de dinheiro e de uma maneira de burlar o GPS da polícia. Para isso, terá a ajuda de um amigo.

 

Iramaya, de Carolina Benjamin

Iramaya conta a história de Iramaya Benjamin, uma dona de casa cujos filhos foram presos e torturados pela ditadura militar na década de 1970. O documentário mostra o despertar político de uma mulher que, ao se engajar na luta para tirar seus filhos da prisão, é levada a repensar seu lugar na sociedade.

 

Guarnieri, de Francisco Guarnieri

No documentário Guarnieri, Francisco parte da vida e da memória de seu avô, o ator e dramaturgo Gianfrancesco Guarnieri, para investigar através de duas gerações, a engajada de seu avô e a individualista de seu pai, o lugar de sua própria geração na história, nas artes e no mundo.

 

O Céu e a Selva, de Priscilla Brasil

Em um setor desaquecido pela crise na economia do país, 6 pilotos buscam maneiras de se manter na profissão sobrevoando os desafiadores e imprevisíveis céus da Amazônia.

 

Serviço

Debate “Histórias que Ficam: Montagem no Audiovisual – Construções narrativas a partir do material bruto”, com Daniel Rezende, Karen Harley e Rodrigo Siqueira

Data: 30 de abril de 2016, às 15h

Local: Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500, ao lado do metrô Sumaré)

Entrada: Gratuita – inscrições por ordem de chegada, distribuição de senhas a partir das 14h – sujeito à lotação da sala