A mostra França 60 exibe no Centro Cultural São Paulo, de 23 de junho a 5 de julho de 2015, 16 filmes clássicos do cinema francês da década de 1960 que influenciaram a cinematografia dos quatro cantos do mundo e conservam até hoje características ousadas, belas e instigantes.

Dez desses filmes são dirigidos pelos consagrados Jean-Luc Godard e François Truffaut. Também serão exibidos Cléo de 5 a 7, primeiro longa de Agnès Varda e marco da nouvelle vague, e Os Guarda-Chuvas do Amor, de Jacques Demy, em DCP.

Conheça a seguir a programação completa e as sinopses dos filmes da mostra França 60.

 

dia 23/6 – terça

15h30 – Cléo de 5 a 7

17h30 – Beijos proibidos

19h30 – Trinta anos essa noite

 

dia 24/6 – quarta

15h30  – Atirem no pianista

17h30 – Zazie no metrô

19h30  – Lola, a flor proibida

 

dia 25/6 – quinta

15h30 – Alphaville

17h30 – Os guarda-chuvas do amor

19h30 – Amor aos 20 anos

 

dia 26/6 – sexta

15h30 – Minha noite com ela

18h – A noiva estava de preto

19h30 – Um só pecado

 

dia 27/6 – sábado

15h30 – Uma mulher é uma mulher

17h30 – Made in U.S.A

19h30 – Tempo de guerra

 

dia 28/6 – domingo

15h30 – Lola, a flor proibida

17h30 – Cléo de 5 a 7

19h30 – O desprezo

 

dia 30/6 – terça

15h30 – Zazie no metrô

17h30 – Alphaville

19h30 – Os guarda-chuvas do amor

 

dia 1/7 – quarta

15h30 – Amor aos 20 anos

18h – Made in U.S.A

20h – Minha noite com ela

 

dia 2/7 – quinta

15h30 – Trinta anos essa noite

18h – Atirem no pianista

20h – Uma mulher é uma mulher

 

dia 3/7 – sexta

15h30 – Beijos proibidos

17h30 – Tempo de guerra

20h – Cléo de 5 a 7

 

dia 4/7 – sábado

15h30 – O desprezo

17h30 – Um só pecado

20h – Atirem no pianista

 

dia 5/7 – domingo

15h30 – Os guarda-chuvas do amor

17h30 – A noiva estava de preto

19h30  – Trinta anos essa noite

 

Sinopses e fichas técnicas

Alphaville

(França, Grã-Bretanha, 1965, 95min, 12 anos, DCP)

direção: Jean-Luc Godard – elenco: Anna Karina, Eddie Constantine

O detetive particular Lemmy Caution é uma espécie de espião americano e chega à cidade futurista de Alphaville, situada em outro planeta. A população do lugar é dominada pelo computador Alpha 60, que aboliu os sentimentos e qualquer tipo de expressão individual. Lemmy tem a missão de encontrar o inventor da máquina, o professor Von Braun, e convencê-lo a destruir sua criação. No entanto, durante a aventura, ele se apaixona por Natacha, filha do diabólico cientista.

 

Amor aos 20 anos

(L’Amour à 20 ans, Alemanha, França, Itália, Japão, Polônia, 1962, 116min, 35mm)

direção: François Truffaut – elenco: Jean-Pierre Léaud, Marie-France Pisier

Cinco filmes sobre o amor entre jovens de cinco países diferentes. Entre eles, Antoine e Colette, filme de Truffaut sobre a frustrada relação de um casal. Os demais diretores são Shintaro Ishihara, Renzo Rossellini, Marcel Ophuls e Andrzej Wajda.

 

Atirem no pianista

(Tirez sur le pianiste, França, 1960, 78min, 12 anos, 35mm)

direção: François Truffaut – elenco: Charles Aznavour, Michel Blanc

Grande pianista tem sua carreira interrompida em virtude do suicídio da esposa. Ele passa a tocar em um bar onde conhece uma garçonete e acaba reencontrando um de seus irmãos, que está envolvido com a máfia.

 

Beijos proibidos

(Baisers volés, França, 1968, 90min, 35mm)

direção: François Truffaut – elenco: Jean-Pierre Léaud, Claude Jade, Daniel Ceccaldi

Terceiro capítulo da série Antoine Doinel, o alter-ego do diretor François Truffaut. Neste episódio, Doinel é afastado do exército por insubordinação. Ele arruma um emprego de vigia noturno num hotel e, depois, de investigador particular. Enquanto isso, Antoine apaixona-se pela charmosa Fabienne Tabard.

 

Cléo de 5 a 7

(França, 1962, 90min, 12 anos, 35mm)

direção: Agnès Varda – elenco: Antoine Bourseiller, Corinne Marchand

Cléo é uma artista à espera de um resultado médico – uma biópsia – que dirá como está sua saúde. O filme se passa durante essa espera, mostrando as agonias e os pensamentos de Cléo enquanto ela caminha pela cidade.

 

O desprezo

(Le Mépris, França, 1963, 100min, 12 anos, digital)

direção: Jean-Luc Godard – elenco: Brigitte Bardot, Michel Piccoli

Paul Javal, um roteirista, aceita dar nova versão à adaptação de A Odisséia, que Fritz Lang está rodando em Roma, sob a produção de Jérôme Prokosch. Apaixonado por Camille, sua mulher, Paul fica enciumado quando ela aceita uma carona de Prokosch. Durante uma longa cena doméstica, Camille fala de seu desprezo pelo marido. O rompimento acontece em Capri, onde são realizadas as cenas externas e mais importantes do filme. Camille vai embora com Prokosch e ambos morrem num acidente de carro.

 

Os guarda-chuvas do amor

(Les parapluies de cherbourg, Alemanha, França, 1964, 91min, DCP)

direção: Jacques Demy – elenco: Catherine Deneuve, Nino Castelnuovo

Geneviève Emery, cuja mãe possui um comércio de guarda-chuvas, é uma adolescente de 17 anos que se vê obrigada a decidir entre esperar por seu amor, um mecânico de 20 anos que foi servir o exército na Argélia, ou se casar com um comerciante de diamantes que se propõe a criar o bebê que ela espera como se fosse seu.

 

Lola, a flor proibida

(Lola, França, 1961, 85min, 12 anos, DCP)

direção: Jacques Demy – elenco: Anouk Aimée, Marc Michel, Corinne Marchand

Lola é uma dançarina de cabaré que espera pelo retorno de Michel, namorado que, há sete anos, foi para a América e é pai de seu filho. Ele prometeu voltar somente quando ficasse rico. Durante sua ausência, Lola é cortejada por Roland, seu amigo de infância, e pelo marinheiro americano Frankie. Tudo indica que ela acabará escolhendo definitivamente um dos dois, mas seu coração ainda pertence a Michel.

 

Made in U.S.A

(França, 1967, 90min, 35mm)

direção: Jean-Luc Godard – elenco: Anna Karina, Jean-Pierre Léaud, Laszlo Szabo.

Uma mulher vai para uma cidade do interior para se encontrar com seu noivo e descobre que ele está morto. Morreu levando um segredo. Para vingá-lo ela mata várias pessoas. Mas será que ele guardava mesmo um segredo?

 

Minha noite com ela

(Ma nuit chez Maude, França, 1969, 110min, 35mm)

direção: Eric Rohmer – elenco: Anne Dubot, Françoise Fabian, Guy Léger, Jean-Louis Trintignant, Marie-Christine Barrault

O engenheiro Jean-Louis volta à cidade de Clermont depois de ter morado anos fora. Católico introvertido, ele acaba por nutrir uma paixão platônica por Françoise. Apesar de não ter amizade com ela, acredita que a moça é sua parceira ideal. Um dia, durante um passeio, reencontra Vidal, um velho amigo. Ele o apresenta à sua namorada e os três passam a noite no apartamento dela falando sobre filosofia e religião. Vidal volta para casa, deixando Jean-Louis e a namorada juntos.

 

Uma mulher é uma mulher

(Une femme est une femme, França, 1961, 85min, 12 anos, 35mm)

direção: Jean-Luc Godard – elenco: Anna Karina, Jean-Claude Brialy, Jean-Paul Belmondo

Ângela é uma stripper que deseja ter um filho com seu marido, Émile, que não aceita sua decisão. Ela, então, procura Alfred, um homem da noite, amigo do casal, que atende seu desejo. O que Angela não sabe é que ele sempre foi apaixonado por ela e este convite desencadeia uma série de confusões.

 

A noiva estava de preto

(La Mariée Etait En Noir, França, 1968, 107min, 35mm)

direção: François Truffaut – elenco: Jeanne Moreau, Claude Rich, Jean-Claude Brialy

Depois de uma tentativa de suicídio Julie Kohler conhece vários homens sucessivamente: Bliss, um sedutor que ela empurra do alto de um balcão; Morane, um político que ela deixa morrer asfixiado dentro de um quadro de avisos; Delvaux, um esgrimista que é preso quando ela chega a sua casa e morto por ela dentro da cela; Fergus, pintor que ela assassina com uma flechada no coração. Descobre-se que, alguns anos antes, esses homens causaram a morte daquele que se casaria com Julie.

 

Um só pecado

(La Peau Douce, França 1964, 113min, 35mm)

direção: François Truffaut – elenco: Jean Desailly, Françoise DorlŽac, Nelly Benedetti

Pierre é casado e conhece a aeromoça Nicole durante uma viagem a Lisboa, onde vai dar uma palestra sobre Balzac. Ele fica fascinado por sua beleza e ela, pela cultura dele. Tornam-se amantes. Assim que Franca, mulher de Pierre, fica sabendo do caso entre os dois, ele decide se divorciar e se casar com Nicole que, por sua vez, recusa.

 

Tempo de guerra

(Les Carabiniers, França, Itália 1963, 120min, 35mm)

direção: Jean-Luc Godard – elenco: Marino Mase, Albert Juross, Geneviéve Golea.

Dois homens do interior são convocados pelo exército e partem para a guerra com a promessa de poderem fazer o que quiserem. Eles pilham, matam, violentam… Na volta, eles trazem para suas mulheres os troféus de guerra: uma coleção de cartões-postais. Uma contrarrevolução eclode e eles são fuzilados como criminosos de guerra.

 

Trinta anos essa noite

(Le feu follet, França, 1963, 110min, 12 anos, 35mm)

direção: Louis Malle – elenco: Jeanne Moreau, Maurice Ronet

São as últimas 48 horas de um homem totalmente angustiado e perdido, Alain Leroy. Ele acaba de sair de um hospital onde fazia um tratamento para desintoxicação alcoólica e Lydia, sua amante e amiga de sua ex-mulher Dorothy – que o abandonou –, deseja ajudá-lo. Mas Alain volta aos bares de velhos amigos e começa uma busca de si mesmo na reconstituição do passado. Ao final dessa peregrinação, Alain encontra um vazio existencial que o fará tomar uma decisão. No espelho registra uma data e sobre a mesinha de cabeceira o revólver está pronto.

 

Zazie no metrô

(Zazie Dans le Métro, França, 1960, 89min, 35mm)

direção: Louis Malle – elenco: Catherine Demongeot, Philippe Noiret, Hubert Deschamps

Zazie, uma garota do interior da França, tem a chance de conhecer Paris. Hospedada na casa de seu pouco convencional tio Gabriel, Zazie cultiva um sonho: andar de metrô. Mas uma greve dos metroviários frusta seu plano. No táxi de Charles, um amigo de seu tio, ela inicia seu contato e suas aventuras na cidade-luz.

 

Serviço

Mostra França 60

Local: Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1000 – São Paulo – SP)

Data: De 23 de junho a 5 de julho de 2015

Ingressos: R$1,00 (taxa de manutenção, sem direito a meia-entrada)

Site: http://www.centrocultural.sp.gov.br/programacao_cinema_franca_2015.html

Telefone: (11) 3397-4002