A mostra Cinema Contemporâneo do Quebec acontece no CineSesc entre os dias 24 de junho e 1º de julho de 2015. Nela, o público poderá descobrir ou conhecer melhor 12 longas e sete curtas-metragens de cineastas independentes desta região do Canadá.

Na programação, destacam-se os documentários do cineasta Robert Morin, como 3 Histórias Indígenas, exibido no Festival Internacional de Cinema de Berlim, e Diário de um Colaborador, além do filme Whitewash, de Emanuel Hoss-Desmarais, ganhador do Festival de Cinema de Tribeca.

Conheça a seguir a programação da mostra Cinema Contemporâneo do Quebec e as sinopses dos filmes.

 

3 HISTÓRIAS INDÍGENAS (Dir.: Robert Morin, Quebec/Canadá, 2014, 70 min., 16 anos)

Erik Papatie vive em Abitibi com sua mãe, seus irmãos e seus cachorros. O jovem decide fazer um transmissor de televisão com peças de reposição que planeja usar para divulgar programas de família e imagens da natureza aos seus companheiros. Shayne vagueia silenciosamente com seus fones de ouvido entre o vilarejo e o Wal-Mart. Alicia, Shandy-Claude e Marie-Ève constroem em uma cabana abandonada um altar em homenagem a Kateri Tekakwitha. Três histórias espalhadas por quatro estações que mostram o surgimento de uma nova geração de indígenas.

Quarta-feira, 24/6, 20h30. Sábado, 27/6, 19h. Sessões apresentadas pelo cineasta.

 

SESSÃO DE CURTAS (Chevette 83, Ilha e Vôo, Imperfeita, Memorável Eu, Mynarski, Queda Mortal, Passo, Possua-me – 85 min)

Quinta-feira, 25/6, 15h. Segunda-feira, 29/6, 15h.

 

ANTOINE E MARIE (Dir. : Jimmy Larouche, Quebec/Canadá, 2014, 85 min., 16 anos)

Marie levava uma vida tranquila, até o dia seguinte de um happy-hour com as colegas de trabalho. Como não se lembra da noite anterior, o namorado desconfia que houve uma traição. Antoine, um entregador de peças de carro, poderá resolver este mistério.

Quinta-feira, 25/6, 17h. Segunda-feira, 29/6, 19h.

 

DURMA, NICOLE (Dir.: Stéphane Lafleur, Quebec/Canadá, 2014, 93 min., 16 anos)

Na ausência dos pais, a jovem Nicole passa o verão acompanhada de sua melhor amiga Veronique. Quando tudo parece rotineiro, o irmão mais velho de Nicole chega em casa com sua banda para gravar um disco. A presença dos rapazes incomoda as garotas. Nicole tem dificuldades para dormir e um garoto começa a dar em cima dela.

Quinta-feira, 25/6, 19h. Sábado, 27/6, 21h.

 

TERRA FIRME (Anaïs Barbeau-Lavalette e Émile Proulx-Cloutier, Quebec/Canadá, 2015, 75 min., 16 anos)

Pascale, Raphael e Celeste vivem uma adolescência no campo como qualquer outra. A cada ano, fazem estágio numa fazenda da região; aprendem a trabalhar na terra e a conviver com a família que os hospeda. Uma verdadeira relação mestre-discípulo surge entre os garotos e essas famílias de agricultores.

Quinta-feira, 25/6, 21h. Segunda-feira, 29/6, 17h.

 

EXÍLIO (Dir.:Charles-Olivier Michaud, Quebec/Canadá, 2014, 99 min., 16 anos)

Samuel é um jovem traumatizado pelo sequestro do seu pai jornalista. Ele se vê obrigado a fugir, embarcando clandestinamente para os Estados Unidos, onde espera encontrar sua mãe que acreditava estar morta. De Miami a Montreal, passando por Nova York, encontra pessoas que vivem à margem da sociedade norte-americana. Para dar um sentido à sua vida, Samuel se agarra ao amor materno que, no entanto, nunca conheceu.

Sexta-feira, 26/6, 17h30. Terça-feira, 30/6, 15h.

 

DIÁRIO DE UM COLABORADOR (Dir.: Robert Morin, Quebec/Canadá, 2010, 91 min., 16 anos)

Solteiro e especialista em eletrônica, Jean-Marc Phaneuf viaja à África como colaborador da ONG Rádio do Mundo. Lá descobre países consumidos pela fome, guerra, doenças e desigualdade social. Paralelamente, encontra um povo corajoso, sedento de felicidade, de conhecimento e de dignidade. Sua câmera, que usa para fazer um diário, lhe permite descobrir as engrenagens duvidosas e ineficazes da ONG.

Sexta-feira, 26/6, 19h30. Domingo, 28/6, 21h.

 

O CARROSSEL HUMANO

(Dir.: Martin Laroche, Quebec/Canadá, 2013, 89 min., 16 anos)

Aos 4 anos, quando vivia na África, Sophie sofreu mutilação genital. Vinte anos depois, emigrada no Quebec, cursa cinema e encontra um trabalho num parque de diversões. Seu patrão pede que Sophie faça um vídeo sobre o parque. Ao filmar seus colegas de trabalho, ela percebe que está na verdade fazendo um filme sobre sua própria vida.

Sexta-feira, 26/6, 21h30. Sábado, 27/6, 17h. Sessões apresentadas pelo cineasta.

Sessão apresentada pelo cineasta

 

O NARIZ (Dir.: Kim Nguyen, Quebec/Canadá, 2014, 2014, 84 min., 16 anos)

Uma exploração sobre o nosso olfato e sua relação com a memória, a emoção e o sexo. Dos prazeres da comida aos do erotismo, os cheiros são gatilhos de emoções. O documentário nos leva pelo mundo do olfato e por momentos de suspense, risco, insanidade e outros de pura poesia.

Sábado, 27/6, 15h. Terça-feira, 30/6, 17h.

 

GUROV E ANNA (Dir.: Rafaël Ouellet, Quebec/Canadá, 2014, 106 min., 16 anos)

Escritor frustrado, Ben ensina literatura em uma Universidade de Montreal. Durante seus anos de magistério, desenvolve um interesse quase obsessivo por A Dama do Cachorrinho, de Tchekov, que conta a história da transformação de um adultério em amor verdadeiro. Quando sua mulher Audrey viaja a Paris para encontrar o editor do seu primeiro romance, Ben se vê repetindo a história de seu conto predileto.

Domingo, 28/6, 15h. Quarta-feira, 1/7, 17h.

 

WHITEWASH (Dir.: Emanuel Hoss-Desmarais, Quebec/Canada, 2013, 88 min., 16 anos)

Numa noite de bebedeira, Bruce Landry atropela um homem. Depois de enterrar o corpo, ele acorda numa floresta coberta de neve sem saber onde está. Ambientando no inverno rigoroso do norte do Quebec, Whitewash é uma comédia dramática em tons noir que segue um homem por uma floresta à procura de sobrevivência, redenção e sanidade.

Domingo, 28/6, 17h. Terça-feira, 30/6, 19h.

 

O PERFIL AMINA (Dir.: Sophie Deraspe, Quebec/Canadá, 2015, 84 min., 16 anos)

Amina Arraf, bela revolucionária síria-americana, começa uma relação erótica na internet com Sandra Bagaria, um garota de Montreal. Amina cria um blog chamado A Gay Girl in Damasco. Quando explode a revolução síria, o blog alcança grande sucesso. Mas Amina é sequestrada e uma mobilização internacional se organiza para libertá-la.

Domingo, 28/6, 19h. Terça-feira, 30/6, 21h.

 

TRÍPTICO (Dir.: Pedro Pires e Robert Lepage, Quebec/Canadá, 2014, 95 min., 16 anos)

Uma saga urbana contemporânea que conta a historia de Michelle, esquizofrênica e dona de livraria; sua irmã, Marie, cantora e atriz; e o futuro marido de Marie, Thomas, neurocirurgião alemão. Um estudo sobre a complexidade da comunicação nas vidas dessas três pessoas que buscam sua própria identidade através de um desejo flagrante de autoexpressão.

Segunda-feira, 29/6, 21h. Quarta-feira, 1/7, 15h.

 

BATE-PAPO COM ROBERT MORIN E MARTIN LAROCHE

Quinta-feira, 25/6, 19h30

 

Serviço

Mostra Cinema Contemporâneo do Quebec

Local: CineSesc (Rua Augusta, 2075 – Cerqueira César – São Paulo – SP)

Data: De 24 de junho a 1º de julho de 2015

Ingressos: Segundas, terças e quintas – R$ 17 (inteira); R$ 8,50 (+60 anos, estudante e professor da rede pública de ensino); R$ 5 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc).

Quartas-feiras – R$ 12 (inteira); R$ 6 (+60 anos, estudante e professor da rede pública de ensino); R$ 3,50 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc).

Sábados, domingos e feriados – R$ 20 (inteira); R$ 10 (+60 anos, estudante e professor da rede pública de ensino); R$ 6 (trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc).

Site: http://www.sescsp.org.br/programacao/66782_CINEMA+CONTEMPORANEO+DO+QUEBEC#/content=programacao

Telefone: (11) 3087-0500