Entre os dias 9 e 16 de agosto de 2017, acontece no Cinesesc, na capital paulista, a 12ª Mostra Mundo Árabe de Cinema. Com realização do Instituto da Cultura Árabe – ICArabe e do Sesc-SP – Serviço Social do Comércio e copatrocínio da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, a edição deste ano traz como tema principal Os territórios que nos atravessam. A curadoria propõe “filmes que tratam do deslocamento de pessoas, assim como da reconstrução de um sentido de lugar, das dúvidas que assolam aqueles que decidem, ou são forçados, a sair”, como ressalta o curador da mostra Geraldo Adriano Campos.

A mostra apresenta outras sessões direcionadas com recortes de produções clássicas e atuais em Cinema Palestino e Panorama do Mundo Árabe, este incluindo filmes com destaque nos principais festivais internacionais de cinema, Diálogos Árabes-Latinos, com produções latino-americanas voltadas para o mundo árabe e vice-versa, e Clássicos do Cinema Árabe, que vai abrir o festival com o primeiro filme libanês exibido em Cannes, o Para onde ir?, de Georges Nasser, restaurado digitalmente em uma cópia de excepcional qualidade.

Além dos 11 filmes que compõem a mostra, a programação ainda prevê o concerto de música árabe e ibérica Al-Mu’tamid, poeta Rei do Al-Andalus – Uma viagem por dez séculos de música, inédito no Brasil, a ser executado na Sala São Paulo, às 22 horas do dia 12 de agosto.

Conheça a programação completa da 12ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

 

9/8 – quarta-feira

20h30 – Para Onde Ir?

 

10/8 – quinta-feira

19h – Yamo

20h30 – Cinema da Vela com o diretor Rami Nihawi

21h – My Sweet Pepper Land

 

11/8 – sexta-feira

19h – 3000 Noites

21h – Fora do Quadro: Revolução até a Vitória + Sanaúd: Voltaremos

 

12/8 – sábado

19h – Cinzas de Sonhos

21h – Assombrados

 

13/8 – domingo

19h – Yamo

21h – Para Onde Ir?

 

14/8 – segunda-feira

19h – Fora do Quadro: Revolução até a Vitória + Sanaúd: Voltaremos

Participação do produtor do filme Rami Nihawi e de convidados brasileiros que participaram do filme Sanaúd: Voltaremos

21h30 – O Sonho

 

15/8 – terça-feira

19h – Não Alimente seu Cão

21h – Cinzas de Sonhos

 

16/8 – quarta-feira

19h – Assombrados

21h – Heranças

 

Sinopses e Fichas Técnicas

 

Sessão: “Territórios que nos atravessam”

Assombrados

Síria e Alemanha / 2014 / 117 minutos

Gênero: Documentário

Direção: Liwaa Yazji

Idioma: Árabe

Sinopse: Quando bombas são detonadas, as pessoas escapam deixando para trás não só suas casas, mas também incontáveis memórias. O filme é um retrato do exílio, que registra experiências de desterro e profunda insegurança em meio à guerra civil na Síria. O documentário mostra o que representa um lar na vida de uma pessoa através de conversas via Skype e visitas dos donos às suas antigas – e destruídas – casas. Inédito no Brasil.

 

Heranças

Líbano, Emirados Árabes Unidos, França, Alemanha e Suíça/ 2013/ 96 minutos

Gênero: Documentário

Direção: Philippe Aractingi

Idioma: Árabe

Sinopse: Ao deixar o Líbano em 2006, o diretor Philippe Aractingi percebe que, assim como ele, seus ancestrais passaram o tempo fugindo de guerras e massacres por cinco gerações. A partir disso ele constrói uma obra delicada, utilizando-se de fotos, vídeos, arquivos familiares, de seus próprios filhos, que interagem sutilmente conforme ele conta a história de sua família em suas viagens pela região do Levante. Um filme sobre exílio, memória e transmissão. Inédito no Brasil.

 

Cinzas de Sonhos

Comores, França e Bélgica/ 2011 / 88 minutos

Gênero: Documentário, Drama

Direção: Hachimiya Ahamada

Idioma: Françês e suaíli

Sinopse: Em uma ilha no Oceano Índico, o arquipélago de Comores, uma parte pouco conhecida do mundo árabe, casas desocupadas aguardam a chegada de seus proprietários. Estes lugares sem almas e em construção ocupam toda a paisagem. O mito do eterno retorno é repetido na diáspora comoriana. Inédito no Brasil, o filme é o primeiro filme de Comores exibido em território nacional.

 

My Sweet Pepper Land

Iraque, França e Alemanha / 2013 / 100 minutos

Gênero: Drama

Direção: Hiner Saleem

Idioma: Curdo, árabe e turco

Elenco: Golshifteh Farahani, Korkmaz Arslan, Suat Usta, Mir Murad Bedirxan, Fayyaz Doman, Tarik Akreyi

Sinopse: Após a queda de Saddam Hussein, um antigo herói de guerra curdo aceita se transferir para uma remota vila nas fronteiras do Iraque, Irã e Turquia, onde se torna policial. Nessa cidade, que é dominada pelo tráfico, ele entra em conflito com o chefe da tribo local, mas logo se relaciona com uma professora também recém-chegada que lhe oferece ajuda.

 

Yamo

Líbano e Emirados Árabes Unidos / 2011 / 70 minutos

Gênero: Documentário

Direção e roteiro: Rami Nihawi

Idioma: Árabe

Sinopse: Um retrato da Guerra Civil do Líbano e seus efeitos psicológicos na memória coletiva do país e no cotidiano das pessoas que sofreram com suas terríveis consequências. Inédito no Brasil.

 

Sessão: “Clássicos do Cinema Árabe”

Para Onde Ir?

Líbano | 1957 | 90 min


Gênero: Drama

Direção: Georges Nasser

Idioma: Árabe

Elenco: Nazhar Younes Mounir Nader Chakib Khoury

Sinopse: Um dos primeiros clássicos do cinema do Líbano, trata da história de um homem que abandona sua família para viajar ao Brasil. Ele retorna vinte anos depois, porém ninguém mais o reconhece. Inédito no Brasil.

 

Sessão “Panorama Mundo Árabe”

Não Alimente seu Cão

Marrocos / 2015 / 94 minutos

Gênero: Ficção

Direção: Hicham Lasri

Idioma: Árabe, françês

Elenco: Latefa Ahrrare, Jirari Ben Aissa, Fedh Benchemsi, Jalila Temsi, Adil Abatorab, Salma Eddlimi

Sinopse: No último dia do Ramadã, uma equipe improvisada de técnicos se encontra em um desgastado estúdio de televisão de Marrocos para filmar aquilo que sua Diretora, Rita, promete que será a entrevista de suas vidas, com o temido Ministro do Interior do regime do terror do passado, Driss Basri. O político promete revela os segredos da Monarquia exclusivamente para a jornalista, mas as divisões na equipe ameaçam a realização da entrevista. O filme é a segunda parte da trilogia que teve início com “São eles os cães” (exibido na 10a Mostra Mundo Árabe de Cinema) e “O mar de outrora” (exibido na 11a Mostra Mundo Árabe de Cinema). Inédito no Brasil.

 

Sessão “Diálogos Árabe-Latinos”

Sanaúd: Voltaremos

Brasil / 1980/ 30 minutos

Gênero: Curta (documentário)

Direção: José Antonio de Barros Freire

Fotografia: Jorge Bouquet

Idioma: Árabe e português

Sinopse: Em abril de 1980, uma delegação brasileira – com membros da Comissão de Justiça e Paz, deputados, jornalistas, líderes sindicais, historiadores, representantes da UNE e da comunidade negra – viajou para o Oriente Médio. No Líbano, os brasileiros foram recebidos por Yasser Arafat, e conheceram de perto o drama do povo palestino, que expulso de sua terra, luta hoje pela justiça e pela paz. Este documento foi produzido por uma equipe de cinema independente, nos campos de refugiados palestinos da Síria e do Líbano.

 

Sessão “Cinema Palestino”

Fora do Quadro: Revolução até a vitória

França, Palestina, Líbano e Catar / 2016 / 62 minutos

Gênero: Documentário

Direção: Mohanad Yaqubi

Idioma: Árabe, inglês, françês e italiano

Elenco: Sulafa Jadallah, Hani Jawharieh, Mustafa Abu Ali

Sinopse: Off Frame lida com a história e o desenvolvimento do cinema militante no Oriente Médio. O filme investiga os motivos e as circunstâncias por trás deste gênero e questiona seu fim dramático em 1982. Ao ressuscitar uma memória esquecida de luta, reanima o que está dentro do quadro, mas também tece uma reflexão crítica procurando o que está fora dele. O filme é construído a partir de uma seleção de materiais inéditos de arquivos do período revolucionário do cinema palestino. Inédito no Brasil.

 

3.000 Noites

Jordânia, Líbano e França / 2015 / 103 minutos

Gênero: Drama

Direção e roteiro: Mai Masri

Idioma: Árabe e hebraico

Elenco: Maisa Abd Elhadi, Nadira Omran, Rakeen Saad, Raida Adon, Abeer Zeibak Haddad.

Sinopse: Layla, uma jovem professora palestina é levada à cadeia após ser acusada falsamente e condenada a 8 anos de prisão. Ela é transferida para um presídio feminino de segurança máxima em Israel onde se depara com um ambiente aterrorizante no qual presos políticos palestinos dividem a cela com os presos israelenses. Quando ela descobre que está grávida, o diretor da prisão a pressiona para abortar. Mesmo assim, ela dá à luz ao seu filho e luta para protegê-lo e educá-lo dentro da prisão. Quando as condições da cadeia se deterioram, os presos palestinos decidem se rebelar e o diretor ameaça levar seu filho. Em um momento de verdade Layla é forçada a fazer escolhas que vão mudar sua vida para sempre. Inédito no Brasil.

 

O Sonho

Síria/ 1987/ 44 minutos

Gênero: Documentário

Direção: Mohammad Malas

Idioma: Árabe

Sinopse: Filmado dois anos antes dos massacres de 1982, O Sonho traça uma série de entrevistas com refugiados palestinos dos campos de Sabra, Shatila, Bourj el-Barajneh, Ain al-Hilweh e Rashidieh no Líbano. Durante as entrevistas, o diretor pergunta sobre os sonhos que as pessoas têm durante a noite. Os sonhos sempre convergem para a Palestina. Durante a filmagem, Mohamad Malas morava nos campos, onde realizou entrevistas com mais de 400 pessoas. Em 1982, com os massacres de Sabra e Shatila, que tirou a vida de várias pessoas entrevistadas, ele parou de trabalhar no projeto. Em 1986, Malas voltou ao seu projeto e editou as filmagens para este filme. Inédito no Brasil.

 

Serviço

12ª Mostra Mundo Árabe de Cinema

Data: De 9 a 16 de agosto de 2017

Local: CineSesc (R. Augusta, 2075 – Cerqueira César, São Paulo – SP)

Ingressos: R$ 6,00 (meia-entrada) e R$ 12,00 (inteira); R$ 3,50 para associados do SESC

Mais informações em: http://www.mundoarabe2017.icarabe.org

Contato: (11) 3087 0500 - email@cinesesc.sescsp.org.br